Google+ Followers

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

A União entre a Ciência e a Espiritualidade



A humanidade surgiu com uma infinidade de histórias simbolicas e racionalizações para explicar a razão e o propósito de nossa existência. As respostas tradicionalmente defendidas para questões existenciais tendem a vir da religião ocidental tradicional ou da "ciência ateísta".

Enquanto a humanidade se dividiu em grande parte entre essas duas mentalidades, a única alternativa que parece ter sida deixada de fora é a união entre a ciência e a espiritualidade. Poderiam ser ligados uns aos outros, ou eles são obrigados a contradição?  

Sem se referir a uma teologia dogmática, seria a consciência a essência de tudo? Ou a vida é só um fenômeno sem propósito em meio a um universo de matéria morta?

Ambos, ciência e religiões tem consciência de que todo universo é montado em padrões geometricos - galáxias, sistemas solares, átomos, plantas, animais, as células, ecossistemas em geral, até mesmo o DNA, até flocos de gelo criam padrões geometricos especificos em suas estruturas dependendo das emoções que são expostos, todos os mecanismos que compõem a nossa realidade seguem uma "lógica" ou seria melhor dizer, um padrão, que é imbutido na estrutura da matéria em si. A compreenção dos padrões e como a energia se distribui pelos mesmos é o que chamam de Geometria Sagrada. Esse simples fato deveria ser prova suficiente de que existe um design inteligente por trás da criação. 


O próprio criador da física quântica, Max Planck, afirma que "não existe o que chamamos de 'matéria', toda matéria surge e existe apenas em virtude de uma força que leva as partículas de um átomo a vibrar e manter equilibrado esse diminuto sistema solar que é o átomo. Temos de aceitar a existência de uma mente consciente e inteligente por trás dessa força. Essa Mente é a Matrix de toda a 'matéria' ”.


É como se a fonte que tudo criou e tudo é estivesse se projetando dentro dessas expressões de si mesma para ter experiências e retornar com o conhecimento para expandir e se desenvolver. Ser contra a espiritualidade é querer travar em uma etapa da evolução. Deveria ser óbvio que a ciência é somente uma ferramenta para nos ajudar a compreender a mecânica do universo, e que na realidade esse universo é conciênte por natureza. No entanto, muitos cientistas insistem em descrever uma existencia tão complexa e ao mesmo tempo tão simples como uma mera coincidência, sem inteligências envolvidas na sua criação.  

A única inteligência ou consciência de que a ciência convencional (e não estamos generalizando todos ciêntistas) parece reconhecer é o intelecto do nosso cérebro. Quanta arrogância! Até hoje, lemos na maioria dos livros de ciência que a consciência é apenas um resultado de processos químicos no cérebro, como se ela surgisse por coincidência de fora do tecido cerebral.  

O que aparenta estar sendo deixado de lado é ironicamente a base, a questão mais importante e fundamental: Qual a fonte dessa energia que movimenta não só nossos pensamentos, mas a tudo o que existe?

Esse questionamento gera um leque de outros questionamentos que inevitavelmente levam para mesma questão existencial: Porque estamos aqui?

A comunidade ciêntifica teima em ignorar esse ponto fundamental, talvez para evitar uma perspectiva mais metafísica sobre o mundo (medo de não poder possuir algo que é intangivel, não poder mensurar algo imensuravel). O que realmente é algo patético, mas para eles o seus argumentos do porque ignorar algo tão fundamental tem base, uma base que eles chamam de ceticismo, o famoso "ver pra crer", o que é bom até certo ponto, mas quando o mundo se divide em dois extremos, aqueles que só seguem a lógica e aqueles que só seguem a fé (crer para ver), criam-se as complicações, cria-se o desequilibrio, não existe harmônia, pois ambos os lados estão dizendo que estão certos, e acabam descartando o outro porque se acham os donos da verdade. A verdade é, que ambos os lados estão certos, até certo ponto.

Einstein disse que "a coisa mais incompreensível sobre o universo é que é compreensível". É assim porque o mesmo foi criado de tal modo para que o Um pudesse se fragmentar em varias partes e "descer" até a criação para ter experiências com o proposito de descobrir a si mesmo. Pois sendo Um não existe ponto de vista, não existe outras perspectivas, somente a verdade absoluta de tudo que é. Portando não existe também criatividade, pois sem a sombra, a luz não pode se expressar pois está cega em si própria

A Consciência não depende do Cérebro

Altamente recomendado esse livro "O Cérebro Espiritual" dos neurociêntistas Mario Beauregard e Denyse O´Leary

Nós somos a luz aprendendo sobre si mesma, abra sua mente e expanda a luz que há em você. Somos a conciência que criou tudo. Conciência é a lingua programadora do universo, o que nos torna TODOS, sem exeção, criadores por excelência.

 
Deveriamos mudar o nosso modo de operar e unir ambos tangivel e intangivel em nosso dia a dia, unificar o que nós fragmentamos. Aquilo que é dito como esotérico ou mistico é somente ciência que ainda não foi compreendida. Precisamos nos desapegar do que consideramos possivel e impossivel pra poder abranger o nosso horizonte de possibilidades, e melhor compreender a existencia. Vamos parar de ter medo do desconhecido e dar boas vindas de braços abertos, só assim nós aprenderemos as lições que estão além da caixa que criamos para nós mesmos.

Ouvir a nossa "vóz" interna é a chave!
 
"O que temos chamado de matéria é energia (luz), cuja vibração foi reduzida a ponto de ser perceptível aos sentidos. Não existe nenhuma matéria." - Albert Einstein

 

Ciência da Espiritualidade

Série animada explicando a ciência por trás da espiritualidade, desmistificando os segredos guardados a milênios dentro dos nossos subconscientes. A série explica a existência de energia etérea, e mostra que seria matematicamente impossível a existência desse universo sem esse fator, fala por cima como essa energia funciona, explica a base da Geometria Sagrada e como ela se aplica a TUDO que existe, de uma maneira ou de outra. E acima de tudo mostra como é plausivel a união entre a ciência e a espiritualidade.

 

Ciência Espiritual 1: Pensamentos

 

 

Ciência Espiritual 2: Chakras

 

Ciência Espiritual 3: Canalização



Ciência Espiritual 4: Masculino/Feminino

 

 

Ciência Espiritual 5: As Chaves do Nosso Passado

 

Ciência Espiritual 6: A Flor da Vida


Ciência Espiritual 7: Dimensões

 

Ciência Espiritual 8 - Meditação

 

Ciência Espiritual 9 - Projecção Astral

 

 

Ciência Espiritual 10 - Matemática de Deus

 

 

Ciência Espiritual 11 - Evolução





































































- Fonte: http://libertesedosistema.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário